De Paris a Londres de trem

Uma dúvida constante para quem está na Europa é como se deslocar de uma cidade para outra, até mesmo de um país para outro, uma vez que os locais são muito próximos, pelo menos em comparação ao Brasil.

Considerando que os meios de transporte são sempre os mesmos: avião, trem (ou metrô), e ônibus obviamente, e a relação custo X benefício deles podem variar bastante para um mesmo trajeto, vamos fazer algumas ponderações.

Geralmente as passagens de ônibus costumam ser bem mais baratas que as de trem e as de avião.

Mas como não há ônibus entre Paris e Londres, após algumas pesquisas, ficou claro para os Amorecos que a melhor forma de ir de uma das cidades para a outra é via trem e não avião. Para tanto, alguns fatores foram avaliados.

Preço…

Os preços das passagens de avião e trem podem variar bastante.

O que mais determina o preço das passagens é a procura.

As de avião costumam ser disponibilizadas com uns 11 meses de antecedência por algumas companhias aéreas. E o valor oscila muito nesse período.

Já as passagens de trem são disponibilizadas com seis meses de antecedência somente pela Eurostar e os preços são mais baixos assim que são colocadas à venda e vão subindo principalmente para os horários mais procurados, e pode ser bem alto mais próximo ao dia da viagem.

Então, considerando que ambas as passagens podem ser compradas por quase o mesmo preço, esse critério não é o mais determinante para favorecer um dos meios de transporte.

Duração do deslocamento…

O trajeto feito de avião dura aproximadamente 1h20min.

Já de trem costuma durar umas 2h20min.

Porém, além do tempo de embarque dos voos e considerando que não há aeroportos perto dos centros de ambas as cidades, a ida de avião pode demorar bem mais que a de trem uma vez que deve-se usar, ainda, um segundo meio de transporte para fazer o trajeto aeroporto ponto desejado.

E com essa passagem extra, o preço da passagem de avião pode sair bem mais caro que a de trem. Além que deve-se acrescentar mais tempo à viagem de avião. Só o deslocamento de Paris ao Aeroporto
Charles de Gaulle são 45 minutos.

Por outro lado, as estações de trem estão nos centros de Paris e de Londres.

Assim sendo, o tempo e o preço dos deslocamento feito de trem ganham disparadamente do de avião.

Comodidades e empecilhos…

A única comodidade de ir de avião é o lanche servido a bordo, e para aí. Já os transtornos de uma viagem de avião, todo mundo já conhece: burocracia, aperto, toaletes incômodos e escassos, e muita rigidez com o peso e o que pode ser transportado.

Já na viagem de trem é tudo o oposto. O lanche é pago, mas os assentos e corredores do trem são largos e confortáveis, e os toaletes estão presentes em todos os vagões, apesar de também não serem bem melhores que os dos aviões. Mas a grande vantagem é a flexibilidade com o conteúdo, volume e peso das bagagens.

O embarque é bem mais tranquilo no trem que no avião, apesar de passar também pela segurança com detector de metais e raio X, mas ninguém vai tomar sua garrafinha de água, nem ficar olhando frasquinho por frasquinho na sua mala.

Outra vantagem do trem são umas poltronas para família, com duas cadeiras viradas para outras duas e uma mesa grande no centro.

Algo que pode acontecer e incomodar algumas pessoas é o fluxo de crianças agitadas brincando nos corredores dos trens. O que não acontece no avião.

Concluindo…

A melhor maneira para ir de Paris a Londres ou de Londres a Paris é de trem, uma vez que a relação custo x benefício é muito mais atrativa mais atrativa para o trem.

A experiência dos Amorecos…

Amorecos no trem da Euroestar

Amorecos saíram de Paris numa sexta, foram pra Londres e retornaram numa segunda.

As passagens foram compradas no site oficial da Eurostar, https://www.eurostar.com, com um pouco de antecedência, por um preço bem razoável e horários bem viáveis.

O embarque em Paris é feito na Gare du Nord, e em Londres na estação St. Pancras, ambas em excelente localização central e com os locais de embarque facilmente localizáveis devido às sinalizações.

Na calçada da portaria da Gare du Nord há essa casa inclinada e não perdemos a oportunidade de tirar fotos.

casa inclinada em frente à Gare du Nord

Um formulário de migração é preenchido na Gare du Nord . Ou seja, precisa estar com passaporte e documentação em dia. Também é bom chegar um pouquinho mais cedo para fazer isso.

Não precisa de visto para entrar em nenhum dos dois países, se estiver no período de três meses para turismo. Se estiver em um desses países por um tempo superior a três meses sem uma documentação que permita um tempo maior que isso, provavelmente terá problemas com a migração.

A viagem é rápida, o trem praticamente voa. O clima é bem descontraído. Na ida crianças barulhentas brincavam e corriam pelo vagão. Uma mãe saiu para um espaço entre vagões com um bebê nervoso, provavelmente para não incomodar ninguém. Já a volta foi muito silenciosa.

Lanches saudáveis foram levados de casa, mas uma exploração de reconhecimento foi feita no famoso vagão lanchonete. Realmente é interessante ver as pessoas se interagindo no espaço, apesar de a comida ser bem parecida com as das lanchonetes de aeroportos.

Funcionários da Eurostar falam inglês e francês.

As poltronas são muito confortáveis e com tomadas.

A chegada em Londres é tranquila e o embarque para Paris também.

Muita gente já conhece a Estação de St. Pancras em Londres e não sabe! Ela aparece no filme Harry Potter e a Câmara Secreta! É de onde o carro voador decola para ir para Hogwarts. Bem perto de tudo em Londres.

Estação de St. Pancras em Londres

Também, em frente a uma das portas de St. Pancras, fica a Estação de King’s Cross, onde tem uma lojinha do Harry Potter que atraí muita gente para tirar fotos na Plataforma 9 3/4 que foi montada pela loja. Se há desejo de aproveitar e tirar uma foto, deve-se reservar algum tempo extra porque a fila costuma ser grande e não andar rápido, uma vez que as fotos são tiradas individualmente.

Plataforma 9 3/4 na Estação de King’s Cross em Londres

Da estação de St. Pancras foi possível andar até o hotel, que fica após o Palácio de Buckingham, que não fica tão perto, mas possibilitou explorar mais Londres, passar por parques, dá comida para os esquilos…

Então aí fica a dica dos Amorecos! A viagem entre Paris e Londres, e vice-versa, pode ser bem mais interessante se for de trem!

E se está indo para Londres, leve umas nozes, castanhas ou alguma coisa do gênero para os esquilos! Não seja um turista sem noção que dá qualquer coisa para os bichinhos!


Esquilinho fofinho comendo na mão

Anúncios

MELHORES ÉPOCA PARA VISITAR PARIS E EUROPA

Uma das perguntas que os Amorecos mais recebem é qual a melhor época para visitar Paris. E só há uma resposta para essa pergunta: depende…

Depende de cada pessoa e do que cada um deseja ver, pode abrir mão ou não, do clima mais desejado ou tolerado…

Então vamos a algumas considerações que podem ajudá-los a planejar a visita a Paris, e também à Europa.

Quanto ao clima:

Como o clima é a parte que mais amedronta o brasileiro, então vamos logo a ele.

Geralmente o clima em Paris é bastante seco, mas pode chover ou ventar em qualquer época do ano. A chuva costuma ser fininha e constante, permitindo que a vida flua normalmente às vezes até com roupas normais do dia a dia. Quando chove mais forte costuma passar bem bem rápido.

No hemisfério norte o inverno é de dezembro a março, mas já podendo estar bem frio em alguns lugares a partir de outubro, ou até início de maio, dependendo do ano.

A temperatura varia muito podendo estar a baixo do zero ou passar dos 10º graus, mesmo de um dia para o outro. Pode-se ter um céu bem escuro num dia e no próximo dia, bem azul, mas normalmente o tempo é bem escuro e o sol pode sumir por muitos dias consecutivos, chegando a semanas sem luz solar.

Uma das coisas mais incríveis do inverno é ter a grande sorte de poder presenciar Paris coberta por neve… O que é muito raro e imprevisível. Pode ficar alguns anos sem acontecer. E quando ocorre é bem rápido, podendo ser alguns minutos, algumas horas ou alguns poucos dias.

Nevoeiro também pode ocorrer em Paris. Mas também são raros e imprevisíveis e passam rápido. Vai depender de sorte.

Particularmente falando, o que menos gosto no inverno é que as fontes são desligadas e drenadas, para preservar a tubulação, então, pra gente, boa parte da Europa perde um pouco do charme.

O ruim do inverno é que escurece muito cedo. Os dias são bem mais curtos que as noites. Por outro lado, o bom disso é que pode ver a Torre Eiffel começar a ascender bem mais cedo.

Já no verão é o oposto! Muitas horas de luz solar com dias bem longos, e consequentemente se deseja ver a Eiffel acesa ou piscando, tem que ficar até bem tarde na rua. Por outro lado, ganha-se várias horas de luz para aproveitar mais os dias.

A temperatura no verão também varia bastante, podendo ter um calor insuportável com um sol que queima bastante, e por horas, mas também pode-se ter um clima mais agradável, ou até mesmo precisar de uma blusinha de frio, ou corta vento, principalmente quando o sol desce.

O verão ocorre de junho a agosto.

Primavera e outono têm o clima sempre mais agradável, contudo apesar das estações serem relativamente definidas visualmente, a temperatura não segue esse padrão, podendo atrasar ou adiantar e assim o clima frio invadir um pouco o período da primavera e o calor invadir o outono, e ainda o calorzinho chegar mais cedo no inverno ou o friozinho invadir o final do verão…

As fontes são ligadas em maio e começam a ser desligadas e drenadas quando as folhas começam a cair ou começa a esfriar muito, dependendo de cada uma delas e da manutenção que elas recebem.

Quanto às baixa e alta estações:

Alta estação todo mundo sabe que representa: preços elevados e tumulto.

Verão é sempre alta estação, mas na Europa o período de férias escolares é de julho a agosto, e é muito comum as famílias viajarem juntas, os universitários fazerem tour em outros países, então sempre melhor evitar esses meses particularmente se deseja preços mais baixos e menos multidão.

As duas últimas semanas de dezembro tem recesso escolar de final de ano, juntando com as festividades de final de ano, pode-se encontrar muita aglomeração.

A baixa estação é de janeiro a março, podendo encontrar preços bem camaradas nas passagens e hotéis, além das super liquidações de começo de ano.

Porém os hotéis cobram diárias variadas ao longo da semana também, e dependendo da demanda, então elas podem ser bem mais caras nos finais de semana e bem mais atrativas durante a semana em qualquer época.

Quanto aos dias da semana:

Já que tocamos nos dias da semana e falando em multidão, se o objetivo é evitá-la, nos finais de semana os monumentos estão sempre mais cheios. Contudo, nas quartas feiras boa parte das escolas na França costumam não funcionarem, uma vez que as crianças têm uma carga horária pesada estudando o dia todo nas segundas, terças, quintas e sextas feiras.

Assim, as quartas feiras podem parecer bastante com um final de semana, nos pontos turísticos e principalmente na Disney.

Outra coisa a considerar quanto ao dia da semana é que a semana francesa tem um comportamento muito distinto da semana brasileira.

Em Paris, no domingo encontra-se quase todos os comércios fechados, até mesmo boa parte dos restaurantes. Até mesmo shoppings que abrem aos domingos, podem fechar bem mais cedo.

Alguns estabelecimentos comerciais funcionam no sábado e fecham na segunda, como bancos e imobiliárias.

Alguns pontos turísticos fecham nas segundas, como o Château de Versailles, outros nas terças, como o Museu do Louvre.

Quanto aos feriados e algumas datas específicas:

Na maioria dos feriados franceses quase todos os pontos turísticos funcionam normalmente, contudo há três deles quando quase tudo é fechado, sendo: 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro, mas sempre deve-se confirmar.

14 de fevereiro é o dia dos namorados em quase toda a Europa.

Em abril, por umas duas semanas, ocorre a florada das cerejeiras. O desabrochar das flores pode variar nos pontos de Paris e Ilê de France.

web IMG_7184 ed

Para quem é fotógrafo, ou deseja uma super foto exclusiva, nos dias 10 de maio e 1º de agosto, ou por volta desses dias, variando de ano pra ano, ocorre o fenômeno batizado de Paris Henge, quando o sol se põe perfeitamente alinhado com o Arco do Triunfo, passando por alguns segundos por dentro do Monumento.

Foto de Well Carvalho http://www.wellcarvalhophotography.com

Dia 14/07 é o Dia da Bastilha, o principal feriado francês, com desfile militar na Avenida Camps Élysées e queima de fogos na Torre Eiffel à noite.

Nas primeiras sextas feiras de cada mês, às 15 horas, e na Sexta Feira Santa, das 10 às 17 horas, os restos da Coroa de Espinho que Jesus usou na crucificação são expostos ao público na Catedral de Notre Dame.

Para quem gosta muito de Natal, conferir a Cidade das Luzes com toda a alegria natalina é imperdível. A partir dos meados de novembro até a primeira semana de janeiro, provavelmente até o dia 06 de janeiro, é possível ver a Avenida Champs Élysées reluzente, os grandes shoppings, galerias e lojas das grandes marcas disputando qual decoração é mais glamourosa. Além dos charmosos marchés de Nöel com muitas opções de presentes, lembrancinhas e comidinhas gourmets.

IMG_2834-1

As festas de viradas de ano são comemoradas com show de luzes e fotos no Arco do Triunfo.

Esperamos tê-los ajudado a encontrar a melhor data para vocês viajarem para cá e até o próximo texto.

Abraços dos Amorecos.

Disney Paris: promoção, preços e como economizar na compra de bilhetes

Normalmente os preços dos ingressos para a Disney Paris são mais baratos no site oficial que na bilheteria do local.

Contudo, de 08/01 a 01/04/2019 alguns bilhetes estão ainda mais baratos no site!

Está é uma foto tirada na bilheteria do Parque que contem os valores no local:

tabela de preços de bilhete da disney paris

E esses são os valores cobrados no site em comparação aos da bilheteria (em Euro):

Site

bilheteria

1 dia / 1 parque

49 ou 64 (adulto e crianças)

* dependendo do dia, e somente se for comprado até o dia anterior.

** somente até dia 01/04/2019.

1 dia / 1 parque

84 adulto

77 criança

*** se for comprado no dia que que for usar, ou seja, preço normal de balcão, só ganhando mesmo o tempo que iria ficar na fila para comprar o bilhete

84 adulto

77 criança

1 dia / 2 parques

69 ou 84 (adulto e crianças)

* dependendo do dia, e somente se for comprado até o dia anterior.

** somente até dia 01/04/2019.

1 dia / 2 parques

104 adulto

97 criança

** se for comprado no dia de utilização

104 adulto

97 adulto

2 dias

159 adulto

145 criança

159 adulto

145 adulto

3 dias

201 adulto

183 criança

201 adulto

183 criança

4 dias

239 adulto

218 criança

239 adulto

218 criança

– crianças: de 3 a 11 anos

– adultos: a partir dos 12 anos

– crianças abaixo de 3 anos não necessita de ingresso

Lembrando que sempre vale a pena dar uma olhada nas opções de passe anual da Disney Paris, pois o passe mais em conta custa 149,00 e com o passe de 249,00 tem-se direito a desconto de 10% nas lojinhas e compra de ingresso mais barato. E as vantagens vão subindo com outras opções.

Também dê uma olhada nas opções de FastPass, que são corta fila, além dos bilhetes com direito a transporte.

Tenha cuidado com sites e terceiros que vendem ingressos de modo geral, porque quase sempre eles não têm convênio com as instituições e o lucro vem de um valor acrescido no preço do bilheteoriginal. Ou seja, você estará pagando mais caro à toa… Além de não oferecerem nada a mais que a própria instituição já oferece.

O ingresso é recebido em seu endereço de e-mail e pode ser mostrado no local pelo visor do celular.

Resumindo: se for à Disney Paris, compre seu ingresso com antecedência de pelo menos um dia no site oficial da instituição disneylandparis.com e assim pagará bem menos, além de não precisar perder tempo na fila da bilheteria.

No Canal do dos Amorecos da Zoropa há três vídeos bem completos sobre a Disney Paris.

Este aqui é somente sobre dicas, muito útil, imperdível para que está indo à Disney:

Este aqui é somente sobre as atrações do Walt Disney Studios Park, muito útil se deseja ter uma noção das atrações do Studios antes de usar seu precioso tempo nas filhas:

E este aqui é sobre todas as atrações do Disneyland Park, novamente muito útil para que vai ao Parque e deseja saber mais sobre as atrações de lá:

É isso aí pessoal. Esperamos que essas informações sejam úteis.

Abração dos Amorecos.

Amorecos na Zoropa na Disney paris

Praga: informações úteis

Amorecos acabaram de retornar de Praga e têm muitas coisas para informar e contar, para quem deseja visita-la ou somente tem curiosidade.

Primeiramente vamos citar algumas informações práticas e o que é bom saber antes de viajar…

Praga é a capital da República Tcheca e é uma das principais cidades turísticas e históricas da Europa.

Idioma: O idioma local é o tcheco, mas pode-se virar muito bem com o inglês, principalmente nas regiões mais turísticas, como o Centro da Cidade. O Google Tradutor também ajuda um pouquinho. Então, é bom baixar o idioma tcheco de modo que ele poderá ser usado offline.

Uma curiosidade quanto à língua é que quase tudo tem um nome tcheco, um nome em inglês, e um nome aportuguesado, até mesmo os pontos turísticos, por exemplo a ponte principal de Praga é a Karluv Most, ou Charles Bridge, ou Ponte Carlos… Até o nome da Cidade varia de Praha, Prague e Praga…

Moeda: Há uma intenção de adotar o Euro como moeda, mas ainda não será possível nos próximos anos. A moeda oficial é a Coroa Tcheca, que é bem desvalorizada em relação ao Euro, que por sua vez vale umas 25 Coras Tchecas.

Muitos estabelecimentos, principalmente os mais voltados ao turismo, aceitam Euro e Coroa, além de cartão de crédito. Mas é sempre bom perguntar antes. As duas vezes que desejamos pagar com Euro, o valor estava justo (mas isso nem sempre é a regra), não aceitavam moedas de Euro, somente notas, e voltavam o troco em Coroa. Também, com o cartão sempre há taxa de conversão. E ainda, alguns estabelecimentos que aceitam Euro podem abusar na conversam.

A troca de dinheiro em Praga virou um comércio com muitas possibilidades de pegadinhas e golpes. Até pessoas na rua oferecem para trocar seu dinheiro, dando notas de outras moedas parecidas com a Coroa, só que de menor valor.

Acima de tudo, não se pode confiar nem na maioria das casas de câmbios, que colocam cartazes gigantescos dizendo que cobram zero de taxa, mas colocam outras coisas embutidas e dão facadas de até mais de 25%… principalmente aquelas que estão nos aeroportos, estações de trem e ônibus.

A dica que seguimos e funcionou enormemente foi: trocar os Euros por Coroa Tcheca em Praga, nas casas de câmbio Alfa Prague ou Xchange Grossmann, cada uma com dois endereços no Centro. Elas possuem site e dá para comparar os valores que elas cobram com as demais.

Para chegar ao Centro, compre o bilhete de ônibus e metrô com cartão de crédito.

Tirando o empecilho da troca de dinheiro, Praga é muito interessante para o turista, que paga menos pelas mesmas coisas que pagaria em outras partes da Europa, como estadia e comida.

Ida: Foi pela Air France que estava com preço e horários razoáveis. Trem foi totalmente descartado devido ao alto preço e longo tempo (saída de Paris).

Transporte público: O transporte público é muito bom em Praga. Aliás, nunca vimos nada tão tranquilo e sem tumulto! Possui metrô, ônibus e bondinhos. O único porém é que as estações de metrô não têm elevadores, algumas têm uns trajetos que é possível somente via escada normal, mas a maioria tem escadas rolantes pelo menos na subida ou quando a extensão é grande.

Os nomes das estações estão em Tcheco, obviamente, e as informações orais e escritas também, estas últimas às vezes em inglês e umas outras poucas línguas nos locais mais turísticos. Mas com o Google Mapas é possível locomover-se sem estresse e medo. Basta, anteriormente, quando estiver online, fazer o download da área para onde está indo, no caso toda a Cidade de Praga, para poder usar o aplicativo em modo offline. Assim não precisara de internet ou telefonia para se locomover em qualquer lugar.

Amorecos na Zorpa
linhas do metrô de Praga

Amorecos na Zorpa
escada rolante do metrô

Amorecos na Zorpa
estação de metrô

Amorecos na Zorpa
bondinho

Taxi: Aparentemente os taxistas de Praga não são confiáveis, pois até material impresso de turismo que pegamos na Cidade diz para tomar cuidado com eles. Contudo não precisa se arriscar, uma vez que é muito fácil e seguro utilizar os outros transportes públicos. Mas caso não tenha alternativa e tiver que pegar um taxi, a dica que dão é negociar o preço da corrida antes de entrar no veículo.

Uber: Também rodam em Praga, mas não utilizamos e não fizemos pesquisa para dar mais informação.

Segurança: Dizem que Praga é uma das cidades mais seguras da Europa e não vimos nada que prove o contrário. Andamos com celular na mão e máquina fotográfica no pescoço tranquilamente todos os dias, mas não saímos à noite. Todavia, há avisos para se tomar cuidado com os batedores de carteiras, os famigerados pickpockets.

Locação: Os locais que oferecem estadias são os mais variados possíveis, com os mais variados preços. É bom lembrar que os prédios antigos e sem elevador são muito comuns na Europa e se alguém tem problema com escadas é melhor fazer uma pesquisa mais detalhada antes de concluir uma reserva, mesmo para hotéis.

Amorecos optaram por Airbnb dessa vez pois o preço estava mais atrativo que hotel. Com uma distância não muito longe do Centro da Cidade, Bairro Zizkov perto da torre de televisão, viável a pé, e fácil acesso via metrô.

Melhores épocas: Definitivamente a pior época para ir a qualquer lugar é o período de férias escolares, e na Europa ainda se tem o agravante que as férias são no verão, durante todos os meses de julho e agosto, então, se não quer pegar preços inflados e hordas de turistas, é melhor evitar esses meses.

Turistas: Praga é uma cidade turísticas, então, sempre terá turistas em maior ou menor quantidade, contudo, sempre há alguns lugares menos movimentados e interessantes para se visitar na Cidade mesmo nos períodos de alta temporada.

Vida noturna: Amorecos são criaturas do dia, quase não bebem, gostam de dormir cedo e não perder noite de sono e odeiam ressaca… Então, não podemos ajudar neste quesito, mas pelo que vimos de propaganda nas ruas, tiramos a conclusão de que a vida noturna de Praga parece ser muito agitada e diversificada.

Clima: Pagamos um clima maravilhosamente agradável no final de agosto e começo de setembro.

Maconha: Tivemos o susto de descobrir que maconha é legalizada e vendida por todo lado em Praga. O comércio é diversificado incluindo até coisas inusitadas como pirulito e cookies da erva.

Amorecos na Zorpa

Aqui vale lembrar que porque lá pode-se comprar a substância, não quer dizer que ela vai poder entrar em outro país. E ainda, se o uso foi feito num país legalizado, não quer dizer que não há a possibilidade de alguém voltar para um país com uso proibido, como o Brasil, e ter que fazer um teste e perder um emprego ou vaga em concurso por causa disso.

O nativo: O tcheco geralmente é mais calado e quieto, mas não fica constrangido em dor um bom puxão de orelha em alguém…

Problemas: Praga seria perfeita se não fosse a pichação, o odor de urina em alguns lugares e a titica de cachorro nas calçadas.

 

Aqui acabam as informações práticas, no próximo post vem as informações turísticas.

 

Abraço dos Amorecos.

 

Amorecos na Zorpa
Carinhas felizes indo para Praga

 

Amorecos na Zorpa
Volta de Praga

Exposição Ship’s Cat

De 22 a 28 e agosto de 2018 está ocorrendo a exposição Ship’s Cat no Carrossel do Louvre.

Amorecos na Zoropa
SHIP’S CAT

Amorecos na Zoropa
SHIP’S CAT

Amorecos na Zoropa
SHIP’S CAT

Amorecos na Zoropa
SHIP’S CAT

Amorecos na Zoropa
SHIP’S CAT

Amorecos na Zoropa
SHIP’S CAT

E é uma pena que algo tão interessante fique por lá por tão pouco tempo.

Os lindos gatos astronautas são obras dos artistas japoneses Kenji Yanobe e Eriko Horiki como parte do Japonisme 2018, que por sua vez é uma série de eventos culturais japoneses que estão ocorrendo em Paris. Mais detalhes no site oficial:

https://japonismes.org/en/

Outra obra japonesa que está em posição de destaque é o Trono de Kohei Nawa. Ela ficará abaixo da Grande Pirâmide do Louvre até 13 janeiro de 2019.

 

Lembrando que o acesso ao Carrossel e abaixo da Grande Pirâmide são totalmente gratuitos, então as obras podem ser apreciadas sem custos.