Amorecos na Zoropa

Amorecos na Zoropa

feito com muito carinho por Alexsa

guia, fotógrafa, youtuber e blogueira em Paris

Catacumbas de Paris: o mundo subterrâneo para os mortos

As Catacumbas de Paris é o monumento histórico mais diferente de tudo que têm em Paris!!! Com a aproximação do Halloween vou deixar a dica desse excelente passeio principalmente para os brasileiros que não têm a oportunidade de celebrar esse delicioso feriado nem têm um lugar parecido no Brasil.

O Reino dos mortos, ou da morte, de Paris é repleto de histórias e misticismo, o local é ideal para quem gosta da vibe mais sombria, mas também pode ser um passeio muito interessante para toda a família, desde que não tenha medo, lógico!

O monumento conhecido como “As Catacumbas de Paris” foi aberto à visitação em 1809 e trata-se de uns 1.500m de galerias a 20 metros de profundidade do nível da rua, sendo que boa parte delas tem amontoados de ossos.

Mas a história do lugar começa há mais de 50 milhões de anos com a sedimentação e a formação de camadas no subsolo do que hoje é conhecido como Paris, tornando o espaço um interessantíssimo sítio arqueológico.

No século XIV as primeiras pedreiras subterrâneas aparecem em Paris para a extração de rocha para construção de importantes monumentos e edificações. Os corredores subterrâneos da Cidade Luz são infindáveis! Fontes diferentes citam de 150 a 320 km de extensão!!! Estima-se que há uma Paris subterrânea abaixo de Paris. Mas a extração passou a ser proibida em 1776 por causa de um desmoronamento em 1774. Um outro problema muito diferente nesse período era a superlotação dos cemitérios parisienses. O principal deles, o Sants-Innocents funcionava por uns 10 séculos!!!

Então tiveram uma ideia brilhante! Em 7 de abril de 1786 a Pedreira de Tombe-Issoire se torna o ossuário de Paris ganhando o nome de Catacumbas, em razão das Catacumbas de Roma, que estavam fazendo muito sucesso.

Por muitos anos os ossos foram removidos dos cemitérios, transportados em carroças e jogados em dois fossos que ligavam a rua com as pedreiras, na calada da noite para não aborrecer religiosos e cidadãos. Acredita-se que há restos mortais de mais de 6 milhões de pessoas lá embaixo!!!

Uma curiosidade: a grande ironia é que se teve todo esse trabalho para tirar os cemitérios e os mortos da Cidade Luz, mas em 1860 a delimitação de Paris foi expandida e as Catacumbas passou a pertencer à Cidade…

Voltando, as primeiras visitas eram permitidas somente com agendamento e autorização. O passeio às Catacumbas consiste primeiramente em caminhada em galerias rochosas e em seguida um percurso de galerias com ossos organizados artisticamente ou amontoados.

O bilhete de entrada é provavelmente o mais caro da Cidade Luz! Atualmente entre 5€ e 29€, mas isso não é empecilho para o público! O número de visitantes passa de meio milhão por ano, mesmo o local sendo mórbido, escuro, úmido, frio (14°), claustrofóbico, além de caro… E por falar em empecilho, não há guarda volume, não é permita mala ou mochilas e bolsas grandes, o banheiro está disponível somente na entrada e na saída, o acesso é somente via escadas (tanto para entrar quanto para sair), não abre nas segundas e alguns feriados, o número de visitantes é muito limitado (o que é bom porque muita gente num lugar totalmente fechado pode ser uma péssima ideia, o que é ruim porque pode não ser fácil conseguir ingresso), é desaconselhado para crianças abaixo de 10 anos, pessoas com locomoção reduzida, sensíveis, claustrofóbicos, com problemas respiratórios e etc., etc., etc….

Mas então é uma fria esse passeio? Não vale a pena? Sim! Vale a pena! É um passeio muito interessante, mas não está no top 10 de Paris!!!

Pra quem vale muito a pena:

1º) para quem gosta da pegada mais dark;

2º) para quem já conhece muita coisa em Paris.

Espero que vocês tenham gostado desse artigo e que as informações deles sejam úteis para você.

Para uma maior experiência visual e a história completa do Reino da Morte de Paris, assita o vídeo das Catabumbas de Paris no canal do Amorecos na Zoropa:

Abraços dos Amorecos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: